À medida que os anos passam e envelheço as dúvidas aumentam, nunca as certezas! E o mundo dos vinhos confere isso mesmo, a todos os níveis, tanto nos vinhos como nos próprios produtores, distribuição, etc. A dúvida é uma espécie de sala de espera, mais cedo ou mais tarde as certezas confirmam-se, ou não, e só assim a sabedoria aumenta. Hoje foi um claríssimo exemplo.

Decidi abrir o vinho branco Busto reserva 2016 e estava praticamente imbebível, com um odor e aromas a mofo. Infelizmente é a 2a vez que tenho esta experiência negativa com este mesmo vinho, em Junho deste ano aconteceu o mesmo. Pessoalmente, foi uma grande desilusão.

Como a experiência é o que fazemos com aquilo que nos acontece, e sendo eu uma pessoa bastante prudente, tenho sempre outros vinhos no frigorífico! Há males que vêm por bem…

Abri o Quinta Seara D’ Ordens reserva branco 2015 e estava realmente esplendoroso, que vinho magnânimo. Um vinho com um volume incrívelmente cheio, ainda com uma acidez presente a fazer o seu belo trabalho, de aromas maduros e frescos, tudo isso numa complexidade e elegância exemplares. Desde o primeiro copo ao último foi sempre um deleite, tal a longevidade que se presenciava na boca.

O segredo do sucesso é a constância do propósito e a Quinta Seara D’ Ordens tem demonstrado isso mesmo ao longo dos anos, sempre num caminho de vivência equilibrada e entusiástica. Por outras palavras, uma certeza absoluta…sem necessidade de filtros nem maquilhagens.

Ricardo Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *