Estes dias têm sido lamacentos por vários motivos, não só a pandemia e confinamento mas também as implicações que ela traz. E para minimizar os efeitos nada melhor que um bom vinho e um bom prato.

Desta vez foi um risoto de cogumelos shitake com magret de canard. Para mim são sabores que combinam na perfeição: adoro arroz Arborio e o sabor terroso dos cogumelos, tudo revestido com a textura cremosa do queijo parmesão e manteiga, desta vez também lhe dei um toque de tomilho. Na proteína optei pelo magret de canard, gosto dele rosado (as vezes um pouco mais mal passado), e bem envolvido na própria gordura e um pouco de mel na pele crocante, no fim flor de sal.

Para o vinho nada mais nada menos que o Principal Tête de Cuvée Rosé 2010. Confesso-vos, e penso que o Sr. Carlos Dias não me levará a mal tornar público, fiquei ougado por uma publicação sua e interpelei-o pessoalmente para sugestões de harmonizações…

Decantei-o com antecedência antes de servir, cerca de 1 hora, e servi fresco a uma temperatura +/- 10 graus, no copo RIEDEL Performance Pinot Noir.

Desde logo um grande impacto aromático, elegante, complexo, personalidade requintada, delicadeza e frescura exímia. Mais um vinho longevo a confirmar o percurso cheio de qualidade da IdealDrinks…

Sem dúvida, ainda este ano irei repetir novamente este vinho!

Ricardo Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *