Confesso, não foi nada planeado, foi uma vontade súbita, de um minuto para outro. A “complexa” procura de uns bifes de frango pelo congelador fez com que olhasse para os Tornedós da Angus Heritage, da Loja da Fábrica, e a súbita vontade de cozinhar algo mais do que uns meros bifes de frango grelhados.

Esta peça de carne, maturada 30 dias, é talvez o mais tenro de todos os bifes. Uma carne magra, mas ainda assim suculenta e elegante, com uma textura “amanteigada”, que se desfaz facilmente na boca e um sabor subtil.

Optei por cozinhar o tornedó envolto em presunto com molho de cogumelos e batata frita com casca. (Arrependi-me um pouco pelo acompanhamento, talvez ficasse melhor com uns espargos grelhados, umas cenouras baby e uns tomates cherry, um puré de couve flor…mas não havia nada disso disponível em casa, “é o que há cá”!)


Cozinhei à minha maneira, sem grandes ciências ou com intuito de obter uma estrela Michelin.

Inicialmente temperei os tornedós com sal, pimenta, azeite, alecrim e alho. Envolvi as carnes com presunto e reservei durante 2 horas. De seguida selei numa frigideira com azeite e foi ao forno até a carne ficar com uma temperatura de cozimento de 60 graus (recorri ao termómetro).

Na frigideira onde selei a carne fiz o molho com alho esmagado, cogumelos shiitake picados, alecrim, vinagre, vinho branco, molho inglês e uma noz de manteiga…

Para “confraternizar” nada melhor que um Vega Sicilia Valbuena 5 Ribera del Duero tinto 1991.

Um vinho excepcionalmente vivo, maduro, refinado, com uma dicotomia quente/fresco, desafiador, voluptuoso, sedoso, audacioso e provocador…não há adjetivos que o descrevam na plenitude (por favor, cagai nos pseudo descriptores)

Não há melhor: tudo isso no conforto da casa e com as minhas miúdas…

Ricardo Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *