Às vezes um simples engano leva-nos à descoberta de mundos novos. E eis que, por vezes, numa curva que erramos, surge um restaurante.

Sem um nome conhecido, sem distinções Michelin, sem classificações no tripadvisor nem qualquer recomendação após pesquisa no Google. É apenas: “Restaurante Sr. José”.

Hesitei… mas entrei.

Uma refeição acidental mas acompanhada de voluptuosidade, aqui todas as coisas acontecem, tudo numa sensualidade e deleites que só o desconhecido é capaz de nos proporcionar.

E, pasmem-se, o cozinheiro não tem curso, só o sexto ano, nunca participou em programas nem workshops, não conhece nenhum Chef pessoalmente, nunca estagiou em hotéis ou alta cozinha, nem tem dinheiro para gastar mal gasto porque tem 3 filhos para sustentar… apenas aprendeu algumas coisas quando esteve emigrado na França e há 3 anos decidiu vir para Portugal definitivamente para ter o seu restaurante.

O repasto era “simples”:
Caranguejo com um casaco vison,
Carré nu e
Champagne José Michel & Fils Brut Rose

A carta de vinhos…não a consigo descrever de tão parvo que fiquei!

Um restaurante desconhecido!?

Não é sequer uma estupefacção, apenas reflexão.

Ricardo Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *