Neste vinho há algo secreto cujo segredo é guardado a mil chaves. E é guardado porque as palavras que o poderiam traduzir seriam ridículas, mesquinhas, incompreensíveis ao mais perspicaz. Impossíveis de serem ditas.

Creio que o seu criador, José Domingues, sabe o que fez e do que falo!

Até a própria Natureza o ajudou encerrando o segredo dentro das uvas, não permitindo que a voz humana pudesse arranjar sons para as exprimir.

Mas…sinto que descobri o segredo.

Sinto que o compreendo na sua inteireza e tudo quanto nele vive. Bebam e descubram, se conseguirem…

Aparte isso, estamos perante um vinho autenticamente único, com uma singularidade e uma exuberância estrondosa, intenso e interessante estrutura, que se destaca com uma exímia mineralidade e aromas florais, final de boca extenso e em que cada copo é inigualável…

Um vinho feito para ser o actor principal.

Ricardo Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *