Desarrolhar uma boa música…perdão, um belíssimo vinho…desculpem…música…vinho…que diferença faz, vinho ou música?

(…subitamente Ornatos Violeta no ar (para ouvir):
Um vinho “Para ver / Para dar / Para estar / Para ter / Para ir / Pra ouvir, / Pra sorrir e entrar / Para rir / Pra voltar / A tentar…”)

Desarrolhar o Busto da música: de cor amarelada clara, aromas florais, fruta e citrinos, com boa estrutura, fresco e determinado.

Um vinho (…”Pra sentir / E mudar / Pra voltar a cair / Para me levantar / Para nunca mais tentar / Mentir…”)

Pouco me importam as notas na música…no vinho…tanto faz, o que conta são as sensações produzidas por eles.

Um vinho (“…Pra crescer / Para amar / Para ser / O lugar / Pra viver / E gostar / De gostar / De viver / Pra fugir / Pra mostrar / Pra dizer / Pra ter paz / Pra dormir / Pra fingir acordar…”)

Desarrolhar novamente o Busto da música: correr pelo meio da flora duriense (camomila, bétulas, alfazema, estevas, melissas e mimosas), respirar a brisa vegetal e frutada (maçã, laranja, limão, pêssego), ouvir o canto do Rio que passa lá em baixo e que refresca o Busto, e sorver o volume do sol e do ornato violeta.

Um Busto reserva branco de 2017 “…Para ser / Derramar…”

“Para nunca mais tentar
Mentir”

Ricardo Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *