Desilusão. Um vinho que adoro e que estava destinado para o jantar. Um repasto pensado para ele. Não estava bebível…não vou atribuir culpas a ninguém porque os motivos poderão ser vários, eu incluído.

Contudo, não foi por ter azar nesta garrafa que não irei mais beber este vinho. Nada disso. Tal como disse Boécio: “em toda a adversidade do destino, a condição que gera mais infelicidade é o facto de se ter sido feliz.”

Ricardo Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *