O tempo que passa não passa depressa, o que passa depressa é o tempo que passou.

Basta uma cirurgia decisiva para mudar tudo…e quando a vida chama mais alto por nós temos de lhe dedicar toda a nossa inteireza. A vida é toda ela feita de acasos e só numa situação concreta sabemos o que realmente somos. E neste momento a vida chama por mim!

Tenho vivido a vida o mais intensamente possível, embora à minha maneira. E tenho escrito essa intensidade calmamente. Só assim será ainda mais intensa junto de quem me lê. Mas nunca expressei certezas absolutas, apenas opiniões subjetivas.

Tenho confidenciado, desde novembro/dezembro do ano passado, junto dos meus círculos mais próximos a intenção de terminar com o Facebook e Blog Desarrolhar.
Eis que chegou a hora… e com o seu término o mundo não acabará amanhã! Não querendo enumerar um a um, digo com toda a frontalidade que existe no Facebook e na blogosfera grupos, páginas e blogs com muita qualidade.

Durante os últimos anos o vinho e a escrita foram sendo um hábito e por isso não ouso dizer adeus aos meus hábitos. Isso seria suicídio… como tal, direi a todos vós um ATÉ JÁ.

No entanto, poderei eventualmente ter outro tipo de participação, não com a mesma intensidade, na publicação de “fragmentos” vínicos junto de outros grupos de Facebook que não “o” e “no” Desarrolhar. E também de um modo mais privado e sem exposição pública. Mas só, só quando o tempo assim o permitir…

Pegarei sempre no meu copo e sentar-me-ei no vão de uma porta a beber…

Termino como comecei esta aventura no mundo dos vinhos:

“Desarrolhar: Tirar a rolha de; destampar, abrir.

Um cacho de uvas caído, potencialmente, torna-se, um tipo de vinho.
Torna-se também um poema, essa bebida fascinante, resultado da perfeita união entre homem e a natureza.”

Ricardo Soares

2 thoughts on “Tapar com a rolha = Até Já

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *