Ainda a respeito do abastecimento da minha garrafeira, desta vez com brancos, optei também pelo Quinta das Bágeiras garrafeira branco 2004.
São vinhos tradicionais, mas extremamente complexos, personalizados e com raça, e ao mesmo tempo permitem a guarda em garrafa. Tal como este vinho onde nos anos excepcionais são feitos os “Garrafeira” e que exprimem o que de melhor se faz na Bairrada, com as castas tradicionais da região, a Bical e Maria Gomes.
Desde cedo que Mário Sérgio Alves Nuno percebeu a essência de um Bairrada, nos tintos e nos brancos, e quanto a mim só me resta calar e beber…

Ricardo Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *